Suicídio, a fraqueza dos fortes

suicida-1024x683

Essa semana eu fui levado a reconhecer que fui fraco na minha vida de fé, tentando sair da missão integral, onde já vivemos há mais de 10 anos, confiando em Deus na pratica. Confesso que não foi fácil escrever para algumas pessoas e pedir desculpas, por ter importunado elas, durante a minha fraqueza, pedindo ajuda para busca de emprego, ou mesmo falar para outras pessoas que mudei de ideia.

Mas o que me fez a escrever essa reflexão não foi apenas minha vergonha de reconhecer que sou fraco, mas fiquei sabendo de um homem no EUA, que era um coach motivacional , ganhava a vida motivando pessoas, times, jovens em palestra de grupo, encorajando outros a vencer as barreiras da vida, mostrando o quando ele era forte. Na apresentação dele, ele rasgava uma lista de telefone, daquelas bem grossa, com as mãos, amassava panelas com as mãos e ele era uma pessoa forte fisicamente e de aparência bem imponente. Eu conversei com ele uma vez quando morei nos EUA.

Alguns meses atrás eu fiquei sabendo que ele de repente tinha morrido. Fiquei sem entender porque como um cara tão forte como ele morreu de forma repentina. Hoje fiquei sabendo que ele vinha passando por uma forte crise de depressão e não aguentou a pressão e se matou.

Fiquei aqui imaginando, que para mim, que não influencio quase ninguém na vida, não sou mentor de ninguém além dos meus filhos, não sou famoso, nem reconhecido, como foi difícil reconhece minha fraqueza em ter vacilado na minha vida em fé, imagina para esse homem, que vivia da própria imagem de super.- homem?

Acredito que foi tão difícil para ele reconhecer fraqueza, que achou mais fácil se matar, a reconhecer que não consegue sozinho, que não pode, que não é nada além de pó e cinzas. Mas o caso dele não um “privilégio” só dele, pois em menor ou maior grau, somos afastados da vida, seja social, seja empresarial, seja familiar, em qualquer esfera que estejamos, devido a não termos coragem de mostrar o nosso lado fraco. Temos vergonha, nojo, medo e outros sentimentos, de mostrar e reconhecer quem realmente somos.

A única coisa que me motivou a reconhecer que perdi a fé, que fui fraco buscando emprego, fazendo vestibular, etc. (Esses atos em si não é sinal de fraqueza, mas no meu caso sim, pois escolhi viver sem me envolver nessas áreas da vida por amor a Deus. Não é uma regra para todos) foi o próprio Deus, com seu amor e cuidado para comigo, me fazendo enxergar minha humanidade caída.

Vivemos em um mundo competitivo, mundo de resultados, mundo onde pessoas buscam ser as melhores no que fazem e dentro desse contexto, a única coisa que queremos longe de nós é mostrar fraqueza, reconhecer que não sabemos. Eu tenho uma enorme dificuldade em reconhecer que não sei de algo, quando sou perguntando sobre algum assunto que não seja exclusivo de algum ramo do conhecimento, claro. Mas não imaginamos o quão mal isso nos faz, ao tentar saber de tudo, ao tentar se colocar como a solução para tudo e para todos, ao tentar ser mais do que realmente somos.

Reconhecer que está na hora de parar, reconhecer que fracassamos, reconhecer que quebramos a empresa, perdemos a luta, nós leva a acordar no outro dia, depois da vergonha, melhor, com esperança de empreender novamente, de treinar e lutar de novo, de reaprender e reaplicar o aprendizado, mas quando não sabemos reconhece isso, nos faz entrar em depressão, nos faz vender tudo que conseguimos para tentar manter a empresa falida; nos faz ter uma família mais desgastada com o que não tem mais jeito, nos faz ter o braço quebrado, como vi em uma luta de vale tudo, do renomado lutador Rodrigo Minotauro, que ao ser imobilizado, não teve a humildade para parar a luta, mas foi ate as ultimas consequências, mesmo sabendo que já era tarde para ele, até o seu oponente quebrar seu braço.

Então temos que pensar se vale a pena na vida, ter um braço quebrado, o suicídio, a venda dos bens, a perda da família, a depressão, a perda da saúde em função de não reconhecer que é fraco, que é um perdedor naquele momento. A reconhecer que você é apenas um ser humano, que pode falhar a qualquer momento.

A busca pelo corpo perfeito, pela melhor posição social, por sucesso, pode ser um caminho desastroso, caso não estejamos preparados para algum fracasso, pois querendo ou não, isso pode acontecer nas nossas vidas.

Reconhecer fraqueza não é fácil, mas é necessário para poder dar continuidade a vida.

 

Grande abraço de um fracassado em fase de recomeço.

 

O suicídio só foi uma fraqueza de quem tentou ser forte. Sávio santos

 

Joberson Lopes.                               21 de julho de 2018, Abreu do Una, Pernambuco – Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: