Quem Mexeu na minha Rotina?

rotina-de-um-estudante

Eu sou uma pessoa que gosta de fazer quase sempre as mesmas coisas, sempre vou aos mesmos restaurantes, escolho sempre os mesmos tipos de comida e me incomodo com mudanças de hábitos. Acho que posso me considerar tradicional, bem a moda antiga. Ontem cheguei na sala de aula e as mesas da sala onde estudamos estavam mudadas de formato, não uma atrás das outras como de costume, mas umas em frente a outra, de uma forma que não estávamos mais vendo as costas das pessoas, mas estamos mais de frente um para o outro.

Quando eu cheguei na sala, além da surpresa natural de ver as coisas diferentes, eu fiquei frustrado, com raiva com essa nova mudança. Outros alunos se mostraram surpresos, mas não sei se estavam com os mesmos sentimentos que o meu.

Eu fiquei uma boa parte do dia incomodado com esse novo formato das mesas, mas quando deixei de lado a frustração e comecei a analisar que dentro de uma rotina, dentro de um ambiente, não precisa ser sempre da mesma forma que sempre foi. As mudanças trazem medo, insegurança, frustrações, mas podem não ser de todo mal. Eu passei a pensar sobre a minha vida, que as vezes uma pequena mudança de habito ou apenas mudar o foco da minha vida, poderá me trazer grandes benefícios.

Acho que essa frustração nas mudanças não é apenas comigo, mas muitas pessoas levam a vida quase sempre da mesma forma por muitos e muitos anos. Tentar algo novo, uma nova profissão, um novo relacionamento, um novo carro, uma nova roupa, uma nova bebida, um novo restaurante, pode trazer surpresas boas e ruins. Acredito que eu e muitas pessoas, não querem lidar com as dificuldades ou com o lado ruim que possa acontecer com as mudanças.

Mas só saberemos se vai ser ruim ou bom, se mudarmos, se dermos chance para sentar em local diferente do normal, só saberemos se a pimenta é  realmente forte se comermos ela; viver uma vida segura, acredito que seja o plano da maioria das pessoas, por isso muitos de nós, não buscamos mudanças bruscas.

Eu me considero uma pessoa que tem coragem de arriscar, de iniciar novos projetos, mas vejo que se “algo novo” que vem na minha vida, sem a minha vontade, isso me incomoda. Vejo que quando minhas expectativas são frustradas, são onde meus conflitos aparecem com mais frequência. Meu problema na realidade talvez não seja com mudanças, mas com mudanças que eu não planejei, os acontecimentos inesperados me incomodam.

Eu gosto de estar em controle das coisas em minha vida e o novo não planejado por mim, me deixa muito incomodado. Meu relacionamento com Deus não é como eu gostaria, devido à falta de eu não aceitar com facilidade as mudanças inesperadas vinda da parte de Deus. Eu oro para que Deus me mostre o caminho, que Ele seja o centro das minhas vontades, mas não consigo dar espaço para ele fazer da forma que Ele quer. (ainda que Ele faça), mas eu tenho muitos conflitos durante os tempos de mudanças, que claramente não é a minha vontade.

Essa vontade de ser “dono do meu nariz” e quem vem de longa data nas nossas vidas, pois eu percebo já em meu filho João Victor, de 2 anos, as vontades próprias, nos leva a ser “deuses” de nós mesmos. Lidar com esses sentimentos de não está em controle das coisas tem sido uma das minhas maiores lutas nesse tempo em terra estranha, sendo missionário. Minha oração é para que eu aceite mais ser guiado pelo Espirito Santo de Deus e confie mais nEle.

 

Joberson Lopes, Tyler Texas -EUA 30/01/2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: