Resiliência na Resistencia

Minha mãe tinha em casa uma parede que estava obstruindo uma antiga passagem. Ela queria retirar essa parede e me pediu para ir lá e ajuda-la nesse trabalho.

Levei as ferramentas, comprei outras que poderiam ser necessárias e fui iniciar o serviço. Dei umas quatro marretadas com uma talhadeira e encontrei uma parede dura, com muito cimento. O primeiro pensamento que me veio logo após esse início de trabalho foi: “Eu não vou dar conta! Essa parede está muito dura e esse serviço terá de ser para um profissional. Minha mãe também olhou, viu a dificuldade e falou para eu deixar para lá, que depois ela arrumaria alguém pra fazer esse serviço. Senti o desapontamento no olhar dela, por não ter a parede removida. Ela percebeu minha dificuldade e não quis abusar de minha boa vontade em ajudar.

Fiquei olhando para aquela parede e para as ferramentas que levei, as quais não consegui usar como imaginara… Então resolvi usar a furadeira, que não tinha martelete, como eu imaginei no início. Fiz alguns furos na parede usando a furadeira, fui fazendo uma linha de furos, depois usei a marreta diretamente na parede sem usar a talhadeira como no início… E os tijolos começaram a se quebrar e aparecer o outro lado. Mais alguns minutos de marretadas e a parede veio ao chão.

Depois que cheguei em casa, no outro dia, já descansado, fiquei refletindo em como pode ser fácil desistir das coisas, antes mesmo de começar. Apenas por fazer um pequeno esforço inicial e perceber que a tarefa é difícil ou complicada. As primeiras sensações que vem ao coração é a desistência ou a postergação do que se tem para fazer.

Porém, quando se persiste, se resolve ser resiliente diante das teimosas paredes da nossa existência humana e se enfrenta os desafios, passamos a nos sentir melhores, nos sentir mais capazes, mais fortes, mais orgulhosos da atitude diante da dificuldade.

Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Senhor, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!”  –  Josué 1:9

A vida é feita de escolhas! Escolher desistir, escolher postergar, sãoopções que sempre estiveram presentes na minha vida desde muito tempo. Não sei a raiz desses sentimentos em minha vida, pois gosto de trabalhar, gosto de estar envolvido fazendo coisas, mas também sei que desisto fácil perante obstáculos. Algo dentro de mim é mais forte que eu, que me faz desistir das coisas, antes mesmo de começar. 

Sei que viver desistindo, não é a vontade de Deus para minha vida, mas é algo que está sempre por perto de mim, me rondando, me atormentando por muitos anos. Eu já identifiquei isso em minha vida há alguns anos e, volta e meia,  tenho que lutar contra essa característica. Acredito que Deus me coloca de frente a algumas situações como essa, para poder forjar meu caráter, me ensinar a ser resiliente e acreditar mais em mim, nas pessoas e também ter mais fé em Deus.

Sei que já estou em fase de tratamento e próximo da “cura”, pois já consigo identificar essa “doença” em minha vida. Espero que um dia nem precise mais lutar contra esses sentimentos de desistência e que me torne um Grande Resiliente nessa vida!

Joberson Lopes. Valparaiso de Goias 20 de Novembro de 2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: